Motos Clássicas 70
 

Passo-a-Passo


HONDA CB 440 S2 

Projeto H
1983

por: Ricardo Pupo


Objetivo

Dez / 2014 - Jan / 2015

No final do ano passado, folheando minhas revistas antigas de moto, procurando um determinado artigo, achei (e reli) a apresentação da CB 440 S2 da concessionária Honda Projeto H.

Sempre achei o modelo muito bonito.

No dia seguinte, aparece no Facebook uma foto da mesma moto (esta que está acima), postada por um amigo ... e eu comentei que havia acabado de reler o teste dela. Trocando conversa, através dos comentários da foto, o amigo Jorge Luiz Perna, de Ubatuba, sugeriu fazermos uma réplica ... e eu aceitei na hora !

Por outra coincidência, tenho uma CB 400 1982, que estava na fila para a restauração. E como já tenho uma CB 400 1981 terminando de restaurar, iria ficar com duas CB 400 originais ... então, resolvemos que faríamos uma CB 440 S2 Projeto H !!


A CB 440 S2:

Nos idos de 1983, com a importação de motos fechada há 7 anos, vivíamos uma terrível seca de novidades, sendo que o último grande lançamento de impacto havia sido o da CB 400, em 1980.

Com isso, para se ter algum destaque, a tendência foi a da personalização das motos ... virou uma febre !  Tínhamos vários tipos de CB 400 rodando por aí !


Dois exemplos de personalização da época

Mas, a Projeto H, foi mais longe do que isso. Não se contentou em apenas mudar a pintura, os cromados, etc.

A CB 440 era uma nova moto !

O projeto assinado por Gabriel Junqueira e desenvolvido pelo Paco, mecânico chefe da Projeto H, era mais audacioso.

O motor, recebeu um kit de pistão com passaram de 70,5 mm de diâmetro, para 75 mm, elevando a capacidade cúbica para 447 cc.  O normal, seria arredondar para cima e chamar de CB 450, mas o pessoal da Honda já sabia, através de rumores que a CB III 450 estava sendo desenvolvida e seria lançada em breve (na verdade, foi lançada no final de 1983).

Resolveram batizá-la de CB 440 Experimental S2.

A taxa de compressão foi aumentada de 9,31:1 para 9,8:1.

O cabeçote foi retrabalhado e o carburador recebeu novos giclês.  E para aguentar o tranco, foi instalado um radiador de óleo.

A potência passou de 40 HP, para 46 HP.

Com uma nova coroa de 34 dentes (a original é de 36 dentes), a velocidade máxima passou para 180 km/h.

Os freios dianteiros, são disco duplo da CB 750 F5 (Bol D' Or), com maior diâmetro e ranhuras para facilitar a refrigeração acionados por pinças de dois pistões.


Detalhe do freio com pinça de dois pistões

Outra modificação importante, foi nas suspensões.

A dianteira passou a ser hidropneumática, com sistema de equalização e um manômetro instalado no guidão.

A balança traseira, foi substituída por uma de alumínio, de secção quadrada, 20 mm mais longa, o que deixou os amortecedores ligeiramente mais inclinados, deixando a pilotagem mais confortável.

Na parte estética, além de uma pintura e um grafismo bem agressivos e com cores vibrantes, houve mudança da rabeta, das tampas laterais, do paralama dianteiro e do painel, todas essas peças derivadas da CB 400 Hawk, do mercado americano.

O motor e os escapes foram pintados de preto, e o banco ganhou a cor vermelha, assim como o quadro também.

Essa exclusividade tinha um preço ... e bem salgado ! 

Uma CB 400 original custava Cr$ 1.537.800,00 e a CB 440 não saía por menos que Cr$ 2.270.000,00 !

O que torna essa nossa réplica tão importante, é que essa moto foi um modelo experimental.

As outras CB 440, foram feitas sob encomenda e de acordo com o bolso do comprador.

A única versão que foi produzida completa, com todos os acessórios e melhorias possíveis, incluindo a balança traseira de alumínio, foi exatamente a
chamada S2 !

E a nossa será única !!


Iniciando o Projeto H CB 440 S2 - 09/02/2015

A primeira fase do nosso projeto, foi a garimpagem dos itens de estética.

Conseguimos com fornecedores dos EUA, a rabeta, o acabamento da rabeta, as tampas laterais, o paralama dianteiro, o painel, os discos de freio e as pinças.

O próximo passo, será o Jorge Luiz Perna vir buscar a moto e essas peças em São Paulo e levar para Ubatuba onde o projeto irá se desenvolver.


22/02/2015

Aproveitando o acontecimento do 100º Encontro Mensal de Motos Clássicas de São Paulo, no Pacaembú, Jorge Luiz Perna veio buscar a CB 400 e as peças, para começar de fato a execução do Projeto H !!


Jorge Luiz Perna pensando seriamente na encrenca que se meteu !!


A caminho de Ubatuba !!


Chegada em Ubatuba ... seu lar nos próximos mêses ...

 

A partir de agora, a CB 400 1982 original será totalmente reformulada para a CB 440 S2 Projeto H, na North Coast Custom, a oficina de customização, restauração e manutenção de motos, em Ubatuba, litoral norte de São Paulo, sob a direção e supervisão do competente Jorge Luiz Perna !!

Agora é com você amigão !!

Veja no Facebook mais trabalhos da North Coast Custom


01/04/2015

Depois um um bom garimpo, o padrinho (e executor) do projeto, Jorge Luiz Perna, encontrou um raro par de rodas da CB II, que são as originais da CB 440.


Roda dianteira


Roda traseira

Agora as rodas vão para um trabalho de recuperação e posteriormente para a pintura na cor vermelha !


16/07/2015

Agora vamos começar a pegar firme no projeto ! 

As rodas já estão com o mestre Hugo Oddone !

A moto foi devidamente desmontada e avaliada.

Tudo será zincado, cromado, pintado de acordo com o projeto original !


27/08/2015

Várias peças já estão devidamente jateadas, zincadas e pintadas.

 


12/02/2016

Depois de algum tempo de espera de peças, estamos dando continuidade ao projeto !

O banco ficou pronto. Mais um excelente trabalho do Mário Bancos !

Mais uma peça que foi arduamente garimpada, chegou dos EUA... o suporte de farol, que é diferente das CB 400 / 450.

Os cabos das velas são amarelos, mas decidimos por colocar uma capa amarela, da NGK, para facilitar e aproveitar os cabos originais das bobinas.  Os cachimbos vermelhos, também da NGK, são supressivos, de excelente qualidade e efeito visual.


24/06/2016

Já estamos em fase bem avançada do nosso projeto !

Estamos nos detalhes finais, e na confecção da balança traseira em alumínio de secção quadrada.

Um dos detalhes que não tínhamos conseguido ainda eram os adesivos que ficam nas suspensões dianteiras.

Em todas as fotos que tínhamos, não era possível identificar exatamente o que estava escrito.

Para nossa sorte, conseguimos contato com o Gabriel Junqueira, que gentilmente se prontificou em nos ajudar naquilo que for possível !

E entre outras valiosas informações de sua memória e de seus arquivos, ele conseguiu uma foto nítida do adesivo.

Agora é mandar a foto para o competente Joaquim da Signex Adesivos que irá fazer um cópia !

Front Fork Air Pressure !


06/07/2016 

Adesivos prontos ! Mais uma vez agradecemos à competência e eficiência da Signex Adesivos !